Dinâmica de transmissão da malária/dengue e perspectivas de controle considerando novas tecnologias

Palestrante: Wanderli Tadei (INPA)

Durante sua exposição, o pesquisador abordará as estatísticas mundiais e regionais sobre a malária, além de dados sobre seu principal vetor, o Anopheles darlingi, embora haja relatos também de outras espécies serem transmissores secundários dos protozoários causadores da infecção.

Outros assuntos abordados serão a complexa ecologia da Amazônia, os resultados de estudos realizados na região desde a década de 90, as medidas de controle e a resistência dos mosquitos aos inseticidas, que por sua vez ameaçam o meio ambiente. E, ainda, os estudos para conter a resistência com ações que envolvam a biologia molecular, bem como a genômica, e a implementação do controle biológico.

Um grave problema, segundo os pesquisadores, é a psicicultura, atividade em franca expansão, cujos tanques se tornaram sítios de reprodução de Anopheles darlingi, principal vetor da malária. Para controlar a malária, nestas localidades, os piscicultores estão sendo instruídos da necessidade do monitoramento das margens dos tanques, para reduzir a área produtiva; provocar um choque de cota semanal e da necessidade de tratamento periódico com biolarvicida, com base nos resultados entomológicos.

Porém, as alternativas tecnológicas para o controle da doença devem ser utilizadas dentro de normas especificas, para cada área da Amazônia, que apenas podem ser estabelecidas a partir de estudos localizados, conhecendo-se a dinâmica de transmissão.

Wanderli Tadei possui graduação em Licenciatura em História Natural pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São José do Rio Preto (1971), mestrado em Ciências Biológicas (Biologia Genética) pela Universidade de São Paulo (1974) e doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Genética) pela Universidade de São Paulo (1977). Atualmente é pesquisador titular III do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, atuando nos Cursos de Pós-Graduação de Entomologia, Biotecnologia e Genética. Tem experiência na área de Entomologia Médica, com ênfase aos estudos de vetores, atuando principalmente nos seguintes temas: Malária/Dengue – bioecologia de anofelinos e de Aedes aegypti – Controle Químico e Biológico.