A Trilha das aráceas é um local para quem gosta de contemplar a natureza. Bancos de madeira distribuídos ao longo dos 35 metros de percurso permitem ao visitante descansar e conversar em meio à mata. O piso pavimentado com pedriscos facilita o acesso para idosos, cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção.

Todas as espécies da trilha foram identificadas por botânicos. Os nomes científicos e, em alguns casos, também os nomes populares, estão escritos em plaquetas, enriquecendo o conteúdo da visita.

Com 104 gêneros e cerca de 3.500 espécies, as aráceas estão entre as mais importantes folhagens ornamentais. A grande maioria é tóxica e por isso as espécies comestíveis devem ser cozidas ou processadas.

A coleta excessiva de aráceas para o comércio e a destruição de hábitats naturais é uma das causas de extinção de algumas espécies, já que elas não crescem bem na regeneração secundária ou em áreas abertas.

Galeria de fotos relacionadas:

Aráceas