Inaugurado em outubro de 2011, o Recanto das samambaias apresenta ao público diversas espécies de samambaias amazônicas.

Samambaias são plantas que não possuem flores, frutos ou sementes. Quem visita o espaço descobre curiosidades, como o fato de as samambaias se reproduzirem por esporos em vez de sementes. Há espécies que parecem bordadas a mão e outras que poucos reconheceriam como uma samambaia. As folhas novas das samambaias nascem enroladas parecendo um cajado ou bengala que os reis e papas usavam antigamente e, por isso, são chamadas de “báculo”.

Hoje as samambaias são usadas em vasos e jardins, mas há cerca de 245 milhões de anos florestas de samambaias de até 35 metros de altura ocupavam boa parte da Terra. As samambaias gigantes se extinguiram ou evoluíram para dar origem às cercas de 13.500 espécies de samambaias conhecidas atualmente no planeta. Abundantes em florestas tropicais, estima-se que na Amazônia haja em torno de 550 espécies dessas plantas, a maior parte vivendo sobre os troncos das árvores.

Galeria de fotos relacionadas:

Samambaias