Uma torre de 42 metros

Erguemos uma torre, como se ergue um templo, para admirar e celebrar a floresta. Uma reserva de floresta primária, a Reserva Ducke, que se estende por 100 kmna periferia de Manaus. Uma história de dez mil anos. Vale a pena subir os 242 degraus que nos levam ao dossel das árvores. Devagar.

No lusco-fusco da manhã, por volta das seis horas, vemos encantados as copas das árvores brotando da neblina, despertando da noite. Os pássaros acordam, e com eles os passarinheiros (bird watchers), que para ouvir o canto ou clicar uma ave sobem com seus binóculos e suas poderosas teleobjetivas.

Aos poucos a névoa se esvai, os verdes dominam. O sol, discreto no horizonte, observa e ilumina. Pode-se admirar a vegetação, flores e folhas que, silenciosas, refletem luzes e sombras. Centenas de tons de verde vibrantes e diferentes. Contagiantes.

Torre de observação do Musa • Foto Vanessa Gama / Musa

Torre de observação de 42 metros • Foto Vanessa Gama / Musa

A torre de aço, com seus 42 metros de altura, 242 degraus e 81 m2 de base, rivaliza em majestade com as grandes árvores da floresta. As três plataformas localizadas, a 14, 28 e 42 m de altura, permitem que cerca de 30 visitantes, distribuídos nos diferentes níveis, observem pássaros e verdes, silenciosamente.

A torre convida também à observação do pôr do sol, de 17h30 às 18h30, conforme a época do ano. Ou ainda, é céu noturno que convida, e a torre tem sido utilizada por astrônomos amadores.

A torre funciona de segunda a domingo (exceto quartas-feiras), das 9h às 17h (o portão de entrada do Musa fecha às 16h). Nascer e pôr do sol, observação de aves e visitas em horários especiais devem ser agendados.

Horários especiais da torre

Galeria de fotos relacionadas:
Aves

Vídeos relacionados:
Pôr do sol visto da torre

Notícias relacionadas:
Araçari-negro (Selenidera piperivora)
Saíra-beija-flor (Cyanerpes cyaneus)
Coruja-de-crista (Lophostrix cristata)
Ele também nos observa…
Casa boa sempre tem morador
A vida entre bicadas e buracos
Voando alto
Mais de 55 espécies de aves são registradas em uma única manhã
Araçari-miudinho (Pteroglossus viridis)
Sanhaçu-da-amazônia (Tangara episcopus)
“Sem palavras para explicar”
Torre em construção revela imagens surpreendentes da floresta